Influenciadoras Digitais, virtuais!

Com o aumento de nossa interação com a Internet, as marcas e grandes anunciantes descobriram que as redes sociais podem contribuir de forma efetiva nas vendas e na construção da imagem das marcas.
Dificilmente a gente consegue pensar em Internet e em redes sociais, sem associar toda essa transformação de comportamento, impulsionada pelos influenciadores digitais.
giphy
A cada dia que passa, mais pessoas compartilham suas vidas, experiências, opiniões e gostos na Internet e, com isso, direcionam o mercado, assim como o comportamento social, dando novos rumos para o consumo, ideias e gostos.

Hoje, você consegue encontrar pessoas produzindo conteúdo para as mais diversas áreas e, as marcas que querem reforçar seu posicionamento e efetividade na Internet já entenderam que precisam se aliar aos influenciadores digitais.
Devido o volume massivo de pessoas querendo embarcar nessa vida, aparentemente glamorosa, de influenciador é cada vez mais difícil selecionar quem possui real potencial de engajamento e conversão de resultados. Números dizem muito mas, não dizem tudo e o critério para encontrar pessoas profissionais nesse ramo fica também mais rigoroso.
Pensando nisso, acredita que muitas marcas já estão criando suas próprias influenciadoras digitais? YES BABY! Vem que te conto mais! Li alguns artigos sobre esse tema e achei interessante compartilhar com vocês aqui no blog.

Quem são elas?

Tudo começou com uma aposta mas, em poucos meses as “personagens virtuais” passaram a ter milhares de seguidores. Com base na inteligência artificial, os perfis virtuais conseguem processar uma quantidade de informações sobre seus seguidores tão grande que atraiu muitas marcas a apostarem nessa tendência. A possibilidade de ser ainda mais assertivo, consistente e obviamente de reduzir os custos brilha os olhos.
As influenciadoras virtuais possuem milhares de seguidores, sua própria personalidade, estilo e opinião. Uma delas, foi eleita a primeira modelo digital e a outra é uma It Girl.
Administrar um perfil como esse deve ser um trabalho árduo e constante, para tornar a personagem digital:  humanizada, carismática e vendedora. Porém, com a ajuda das informações geradas pelo processamento de dados, as postagens e conteúdos dessas influencers está cada vez mais requisitada. Afinal, posar para Prada e Chanel não é para qualquer uma.
Confesso que estranhei muito no começo, mas a qualidade da produção gráfica é tão boa que assusta. Vamos conhecê-las?

@shudu

Essa é a Shudu, criada por um fotógrafo britânico Cameron – James Wilson que, inicialmente, criou o perfil para tentar homenagear a beleza negra, criando uma modelo perfeita ao seu olhar. No final, suas fotos ficaram tão famosas que a modelo Shudu foi convidada pela Fenty Beauty, marca de maquiagem da cantora Rihanna, a posar com um dos batons da coleção (obviamente a Internet parou com tanto close!! ) !
Confiram algumas das fotos e vejam a qualidade dessa produção.
shudu 03
Fonte da Imagem
shudu 02
Fonte da Imagem

@lilmiquela

Essa é a Miquela, cuja identidade real ainda não foi revelada. A blogger girl do mundo virtual tem um estilo pessoal e um lifestyle digno de blogueiras poderosas. Ela não só dá dicas de beleza e lugares, como também responde seus seguidores, gravou um clipe há um tempo atrás e possui posicionamento politico e social. Eu aguento?
Seriam essas as influencers perfeitas? Será mesmo que isso vai acabar com as influenciadoras reais? Vamos aguardar cenas do próximo episódio! Seguindo a Shudu e a Miquela em 3,2…
Espero que tenham gostado!
Beijos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s