Inspiração · Moda e Beleza

José Paulino

Pela manhã estava na José Paulino ( uma rua famosa de SP, com várias lojas de roupas) para comprar umas roupas para uma dança na igreja e acabei vendo outras coisinhas (quem resiste, né?). Voltei da lá com peças bacanas sem gastar uma “bala” e pensei: graças a Deus mudei!

Acho engraçado quando vejo minhas fotos de alguns anos atrás. Observo as roupas que usava e a forma como penteava meu cabelo e dou risada sozinha. Mais do que me ver usando coisas que hoje não estão na moda , vejo uma Bárbara que se importava muito mais em ter roupas de marca, ter o cabelo baixinho e sem volume e parecer igual a todo mundo, do que ser ela mesma.

Quando falam que com o passar do tempo a forma como vê coisas muda, pode acreditar, é verdade. Essas fotos retratam o quanto eu me preocupava em ser aceita, em ser descolada e ser igual às outras meninas, que tinham tênias caro, roupas novas e cabelo liso até a cintura (nunca tive cabelo liso por inteiro, mas, fazia relaxamento para “domar”). Eu queria fazer parte da galera que tinha estilo. Lembro que na escola era um desfile de roupas de Surf, eram marcas atrás de marcas e eu vivia convencendo minha mãe a comprar essas roupas caras porque “todas as meninas da escola tinham”.

Hoje, que trabalho e sei o valor do dinheiro, entendo o quanto isso era desnecessário e caro. Fico aliviada de ter sido apenas uma fase, e mais ainda, por ter aprendido a valorizar outras coisas. Quando me visto sou muito mais eu, sabe? Minhas roupas refletem o que eu gosto, o que eu ouço, o que eu sinto, o que me valoriza. O olhar das outras pessoas me fere menos e o que acham da minha aparência não sobressai minha opinião sobre mim mesma.

Ter estilo é muito mais uma questão de atitude do que de marcas ou moda. Pra mim, é ter coragem de fazer o que quer e usar aquilo que lhe agrada, ser você mesmo e traduzir isso na forma como se veste, pensa, e vê as coisas. Me sinto mais leve sem aquelas etiquetas. Quando compro alguma coisas, avalio o preço, a qualidade, quantas vezes vou poder usar, se combina com as peças que já tenho, se estou comprando porque vi uma bloggeira famosa usando ou se é porque realmente preciso ou quero ( porque rola uma ostentação ferrada na Internet).

Para ter bom gosto não precisa ser rico. Para saber combinar as peças precisamos de bom senso e coragem! A primeira vez que usamos batom vermelho parece que estamos com uma melancia na cabeça, depois, você não sai de casa sem!! Usar turbante pela primeira vez nos faz pensar: “tão me achando a loka do bairro”, mas depois você se sente cheia de estilo… Tudo é uma questão de referência. #vivaajosépaulino

Segue meu suuuuuuper look de hoje! kkkk : Cropped: Forever21 R$20 reais | Calça: barraca José Paulino R$25 reais | Colar: Barraca José Paulino R$10 reais | Bolsa e Sandália: são velhas e não lembro quanto paguei |Óculos: armação Endossa R$80reais | Minha cara de Pastel: não tem preço |  hahahahahahah Beijoooo!


José Paulino

Anúncios

4 comentários em “José Paulino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s