Barbarizando por aí... · Inspiração

Quer um conselho? Vá acampar!

Hoje estava me lembrando da primeira vez que acampei. A família do meu namorado e eu fomos para Caraguatatuba e passamos alguns dias dormindo em colchão inflável, com o corpo cheio de areia e com bate papo até altas horas (rsrsrs). Minha mãe ria muito de mim, falava que minha chatice não caberia na barraca! ¬¬’ Na mala, levei meu medo de animais selvagens (juro, eu achava que tinha!) e muita roupa, como seu fosse passar um mês fora de casa (como eu era …)! 

Se eu pudesse resumir em uma palavra seria: divertido, afinal, voltei das férias cheia de histórias para contar! Uma delas é que pegamos uma chuva torrencial e a barraca alagou. Lembro como se fosse ontem, meu sogro empurrando a água que acumulava na cobertura de lona. Nossas roupas molharam e ventava de muito forte! A gente ria muito!

Outra vez, fui para Trindade com meu namorado, minha cunhada e uma amiga. Éramos quatro pessoas, em quatro dias, com quatrocentos reais! (agora que notei essa coincidência). Muita aventura. Eu já estava mais velha, e ao contrário do primeiro camping, nesse eu estava praticamente com uma mochila de roupas. Minha sogra não estava lá para servir um banquete, dessa forma, ficamos à base de macarrão e suas derivações todos os dias.

Fizemos trilhas sensacionais, conhecemos praias paradisíacas, fomos em um reggae muito engraçado e participamos de um luau na praia, com uma galera tocando legião. Nossa barraca era muito grande, e o Sol forte dificultou as coisas na hora de montar, e o mais legal de tudo é que a galera do camping inteiro se mobilizou em nos ajudar.

Fizemos amizade com eles. Tiramos fotos, conversamos até altas horas, jogamos baralho e eles fizeram churrasco (como era bom comer carne depois de tanto macarrão)…Parecia que aquela era nossa casa e que nosso quintal era o mar. De madrugada acordamos para ver o nascer do Sol. Mosquito? Quem ia se preocupar com isso diante uma vista daquelas? (posso ouvir o mar)

Fui acampar outras vezes e o que levo comigo é: não há conforto que pague viagens assim. Acampe uma vez, nem que seja com R$400 reais para quatro dias e com quatro amigos. O que você vai notar é que o mais importante de qualquer viagem são as pessoas e os momentos que você vive ao lado delas. A gente faz um tremendo esforço para registrar tudo isso com fotos e videos, mas, a lembrança que fica e as risadas que você guarda nenhuma GoPro é capaz de registrar.

Sei que muitos vão me criticar e falar que não trocam colchão limpinho e banho quente por uma aventura dessas.Cada um tem sua fase, sua preferência e seu bolso. Mas, aos que quiserem provar, o gosto do camping é exótico. Aos que têm aventuras ainda maiores, compartilhe comigo aqui no blog. Vou adorar saber!

Beijos Babu**

Trindade

Anúncios

6 comentários em “Quer um conselho? Vá acampar!

  1. Muito boa essa viagem e a Tine está nos devendo a parte II da viagem. Detalhe dessa viagem é que ainda voltamos com aproximadamente R$ 80 que foram torrados no Rei da Pamonha na estrada, se empanturrando de suco de milho hahahaha

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s